Associação da Terceira Idade Alta Floresta MT

Informações sobre Associação da Terceira Idade em Alta Floresta e região. Encontre aqui endereços e telefones de serviços e empresas em Alta Floresta, além de artigos sobre Associação da Terceira Idade.

Apae - Associação de Pais e Amigos Excepcionais
(66) 3521-2130
Rua C 4
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Associação Fraterna Benedita Fernandes
(66) 3521-8757
Avenida Perimetral Romoaldo Júnior 1150
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Associação dos Policiais Militares Nortão
(66) 3521-1138
Avenida Airton Senna 399
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Codam - Conselho para o Desen Amazônia Matogrossense
(66) 3521-4783
Avenida Perimetral Oeste 77
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Ctg Alta Floresta
(66) 3521-4068
Rua T 2 cp 532
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Associação dos Moradores da Cidade Alta
(66) 3521-7809
Avenida Amazonas 11
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Apae - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
(66) 3525-1620
Rua Maravilha
Carlinda, Mato Grosso
 
Crea - Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronom
(66) 3521-1356
Avenida Ariosto da Riva 2667 s 06
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Oab - Ordem dos Advogados do Brasil
(66) 3521-3755
Avenida Ariosto Dariva Neto 1987
Alta Floresta, Mato Grosso
 
Associação Indígena Kawaip Kayabi
(66) 3521-7706
Rua 5 D 538
Alta Floresta, Mato Grosso
 

Associação da Terceira Idade

Associação da Terceira Idade A população idosa em nosso país sofreu aumento exponencial nas últimas décadas o que exige de toda a sociedade uma resposta adequada, no sentido de proporcionar não só a devida assistência, como também de desenvolver programas de ocupação de tempos livres que devolvem o sentido de pertença e de dignidade.Associação da Terceira Idade- Apoio Integral ao Idoso Infelizmente os idosos são um segmento da sociedade um pouco esquecido pelos próprios governantes uma vez que não estando na sua vida ativa, não são considerados produtivos mas antes fonte de despesa para o sistema. Felizmente o aparecimento de várias associações na Comunidade veio inverter essa situação, lutando as mesmas não só pelos direitos do cidadão idoso mas contribuindo ainda a nível de uma intensa sensibilização da classe política para as reais necessidades e competências. As Civilizações antigas tinham no patriarca da família uma referência única e o Ancião era respeitado e ouvido, fazendo parte da família como membro importante, sábio e exemplo de vida. Com o materialismo e o progresso forçado da sociedade, o foco de valor passou a ser unicamente o indivíduo capaz de produzir e de gerar lucro. O que a Sociedade, família e governos têm sistematicamente ignorado é que todo o idoso já foi um dia um cidadão produtivo, que ajudou efetivamente no crescimento do país. Merece, pois, todo o respeito pela sua dignidade e merece também, como cidadão, que lhe sejam disponibilizados serviços de assistência médica adequados a sua condição financeira e programas culturais e lúdicos que desafiem as suas capacidades e lhes proporcionem a ocupação do tempo livre, útil e digna.Conhecendo o Trabalho da ABRATI Nunca é demais relembrar e valorizar o papel importante do idoso na célula familiar, pois o que seriam das crianças sem os avós. Com percursos profissionais cada vez mais exigentes, quantos pais não podem sequer ir buscar suas crianças à escola e acompanhá-los em seu regresso à casa? O idoso ou idosa como avô / avó tem um papel preponderante e indispensável no núcleo da família. E mesmo quando tal não é possível por questões de saúde, merece a atenção, o respeito e o carinho disponibilizado por profissionais treinados nas áreas da Gerontologia e Geriatria. O Brasil dispõe duma grande capacidade associativa e várias Instituições nasceram da conjunção de esforços. A Associação da Terceira Idade Cris e outras de São Paulo e Copacabana são bons exemplos do que é feito no trabalho com idosos. Mas não são as únicas. A ABRATI (Associação Brasileira de Apoio à Terceira Idade) e a AATI (Associação de Amparo à Terceira Idade) possuem programas amplos de atividades como aulas de canto, informática, música, passeios e confraternizações e encaminham ainda o idoso que necessita de cuidados clínicos para as Instituições apropriadas. Conheça agora o trabalho da ABRATI e da AATI, acessando aos seus respetivos sites.0 Comments